Como Melhorar Sua Criatividade Musical

Muitas pessoas possuem a criatividade musical desde o nascimento e vão aprimorando-a com a vivência. Já outras vão adquirindo à medida que a trabalham e a desenvolvem.

A criação é um talento pessoal e quem produz deve descobrir em sim mesmo a vocação para conseguir desenvolve-la. Existem pessoas que tem esse talento, mas não tem interesse em aprofunda-lo.

Apesar das obras de outras pessoas serem uma fonte de inspiração, muitos produtores musicais não querem se basear em outros estilos e sim, descobrir algo novo.

Você deve prestar atenção na maneira como está se preparando, pois normalmente, o espaço reservado para a descoberta, exploração e criação é muito reduzidos e às vezes até inexistente.

Desenvolvimento da criatividade musical

Muitos falam que a criatividade musical é um dom e que as pessoas já nascem com ele. É claro que existem casos de pessoas que possuem habilidades natas, mas a grande maioria se desenvolve ao longo da prática.

Existem algumas condições que afetam o desenvolvimento da criatividade. A primeira delas é o convívio com a família, amigos e colegas. A segunda são o professor e a escola, que foram fundamentais para o seu processo formativo.

Quanto mais rodeado você está de pessoas que gostam, estudam e vivem os mesmos assuntos, mais influenciado e imerso você estará.

A música por si só já possibilita vários elementos para o desenvolvimento criativo, como melodias, ritmos e instrumentos. Por isso, muitas pessoas de outras áreas recorrem ao aprendizado da música para desenvolver sua criatividade.

Para melhorar a criatividade musical, as pessoas precisam ter dedicação, estudo, esforço e perseverança. Assim elas irão atingir altos níveis de criação.

Isso não é tão simples, pois a maioria das pessoas está acomodada e acostumada a buscar apenas o comum ou o que está em sua zona de conforto. Aprofundar-se na imaginação e criatividade requer uma caminhada longa.

Para manter a criatividade e aumentar o seu potencial criador é preciso ter foco no objetivo e manter-se capacitado, estando sempre atualizado, conhecer outras realidades ou estilos musicais, fazer cursos, frequentar wokrshop e seminários, etc.

Todo o conhecimento que é adquirido é um fator contribuinte para que a sua criatividade possa fluir melhor, com mais qualidade e intensidade.

É claro que falando em produção de música eletrônica, existem técnicas para estimular sua criatividade e te ajudar a escapar daquele famoso “momento de inspiração” (que muitas acontece quando você nem está perto do seu PC para produzir).

No curso de produção de música eletrônica da Academia do DJ você tem aulas durante um módulo inteiro sobre esse métodos e técnicas que podem alavancar sua criatividade como produtor.

Para saber mais sobre o curso de produção de música eletrônica, basta clicar no botão que está aqui em baixo, ou aqui nesse link.

Você será direcionado a uma página onde poderá conferir com detalhes o conteúdo do curso, depoimento dos alunos, bônus oferecidos e garantia de satisfação da Academia do DJ.

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE O CURSO DE PRODUÇÃO COMPLETO »

Processo criativo

A criatividade musical não acontece do nada. Ela é um processo contínuo que exige prática, estudo, conhecimento, pesquisas, tentativas e erros. Todo mundo pode ter um potencial para ser criativo.

Até os artistas mais experientes precisam regar sua criatividade, fazendo algo que os inspiram. A inspiração é o primeiro passo para que a criatividade musical surja.

Quem está acostumado com o processo de criação fica mal quando não está criando nada. É claro que não se cria algo o tempo todo, mas existem momentos que não são de criação e sim de reciclagem.

Essa reciclagem seria aprender algo que não está difundido, participar de eventos, etc. É necessário explorar o universo da música para enxergar novas maneiras de criar.

Para começar você precisa se desafiar de alguma maneira, pegar um novo instrumento, timbre ou novo sample pack e tentar criar algo a partir disso (ou usando apenas isso). A criatividade pode ser estimulada quando valorizamos nossa própria visão.

Se valorizar aumenta a determinação e fortalece a sua capacidade de chegar à conclusão do ato criativo. Mas não podemos esquecer a importância de saber ouvir as críticas construtivas e aprender com os próprios erros.

O cérebro é um órgão que permite pensar, aprender e crescer. Ele deve ser sempre estimulado para que não perca sua função de se adaptar e reprogramar. O fluxo de ideias é musica que desliza, representando um desafio.

A criatividade musical é quando você consegue deixar suas ideias de forma subconsciente em algo tangível. E para isso, você precisa buscar inspiração.

Comece a ouvir músicas e estilos diferentes, conhecer sua história, características, seu contexto e aprenda suas diversas estruturas. Assim você vai encontrando seu próprio estilo.

Regue a criatividade

Quando as pessoas buscam inspiração ela tem em sua frente algo que só ela consegue ver, a possibilidade de uma criação. É assim que você desenvolve sua criatividade.

A criatividade é algo que precisa ser regado sempre, para continuar dando frutos. É a partir de cursos, pesquisas e estudos que estamos regando ela e aumentando a possibilidade de criação.

Tudo aquilo que nos faz conhecer, pensar refletir, são ferramentas importantes para que você crie algo futuramente. Por isso, devemos estudar muito para estarmos sempre preparados.

Regar é dar continuidade a aprendizagem e ministrar o saber. Quando você aprende, em qualquer situação, está abastecendo a sua capacidade de criação.

O que pode detonar sua criatividade

O profissional criativo precisa enfrentar muitas batalhas internas como bloqueios criativos, falta de produtividade, questões filosóficas, dúvidas e até mesmo a ignorância.

Existem algumas práticas que podem detonar sua criatividade musical, e por isso, elas devem ser evitadas. São elas:

  • Achar que uma parte de sua track é longa ou repetitiva

Faça uma analise do que é apropriado para o gênero que você deseja se enquadrar. Cada gênero tem uma duração e estrutura diferente e você deve sempre medir o tamanho de acordo com a audiência que pretende atingir.

  • Achar que sua track é simples demais

Ser complexa não quer dizer que seja algo bom, às vezes algo simples pode dar certo, como é o caso de muitas musicas de sucesso. Além disso, o mais simples costuma ser mais direto ao ponto e menos distrativas.

Mostre sua criação para pessoas comuns que irão ver se realmente irão se conectar ou não. Mostrar para profissionais só vai fazer com que eles achem detalhes técnicos que não são tão importantes.

Lembre-se: Less is more! (Menos é mais!)

  • Não conseguir fazer o tipo de som que deseja

Se você acha seu som brega, pobre ou bobo, você provavelmente está se comparando a outros produtores e isso não é bom. Se você faz isso, pode acabar destruindo boas ideias que só precisam ser lapidadas.

Foi possível ver que o estudo e a pesquisa por coisas novas e diferentes são a base para que você tenha inspiração para desenvolver sua criatividade musical. Por isso, sempre que puder, continue ampliando seu aprendizado para cada vez mais obter novas criações.

O que você faz hoje para melhorar sua criatividade musical? Compartilhe com a gente aqui nos comentários 😉

Sobre o [DJ] Everton Rezende

DJ e "aspira a produtor de música eletrônica", criador da Academia do DJ e do podcast "By Night".Louco por agitar a pista e ver aquele momento em que todos estão cantando e pulando junto com você. Curto muito compartilhar meu conhecimento e minhas experiências com outras pessoas e por isso esse blog existe. "Don't Stop The Party!"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *